Vini Pistori vem conquistando o mundo com sua mistura sonora particular - RÁDIOMUSICPLAY

Vini Pistori vem conquistando o mundo com sua mistura sonora particular


No início de agosto, o paulistano Vini Pistori lançou o EP "No Dialogue" pela gravadora alemã Dantze, fundada em 2006 pelo conceituado DJ e produtor de Berlim, Niconé, em conjunto com Philip Bader. O lançamento, que traz quatro faixas dentro da sua identidade muito particular — que mescla house e techno melódico, dark disco, indie dance e electronica — marca a internacionalidade cada vez mais latente na sua discografia.

De 2014 — quando lançou oficialmente seus primeiros releases — para cá, Pistori acumula uma diversidade grande de contratos internacionais. Além da Dantze, assinou com outra alemã, a Monaberry, do famoso duo Super Flu, pela qual entregou a faixa "Ruah" na compilação "Herberts Best 09", em junho de 2019.

Ainda dentro do continente europeu, o artista lançou por três labels do Reino Unido: Stripped Recordings, com os EPs "From Dusk Till Dawn", de 2016, e "Passengers", de 2017; Paradiso Records, com o EP "Enigma", de 2020; e Nebula Sounds, com o EP "Steel", que chegou em fevereiro deste ano. Também teve release saindo por gravadora italiana, a Nereau Records, com o EP "Mosquito", de 2019; outro em selo holandês, o OMENI, com o EP "Strangers Dance", de 2019; e uma gravadora da Bielorrúsia, Bullfinch, com as faixas "Genesis the Creation" e "Storm of Stars", ambas de 2016. Acrescenta-se a esses lançamentos os EPs "Broken Door" e "Pascia", de 2018, e uma track pela label Secret Fusion, da Hungria, por onde estreou neste ano, com a faixa "Odyssey", que integrou o V.A. "VA.LUES 02", de abril, e depois entregou o EP "Never End", em junho.

Ainda no seu "rolê" internacional, Vini assinou com outros dois selos de fora da Europa: Calypso Records, do México, por onde entregou em 2020 o EP "Louco & Sobrevivendo", com o cantor Abrão; e Mumbai Records, das Ilhas Canárias — um arquipélago espanhol situado na África —, por onde estreou em 2021 com a faixa "Japan Flower", que figurou na coletânea "Future Sound Of The Lucky Islands Vol. 3" (de fevereiro), lançando o EP "For a Dream" na sequência, em abril.

Assim, Vini Pistori vem levando seu nome e a sua sonoridade peculiar para os quatro cantos do planeta, sem esquecer, claro, de suas raízes no Brasil.
 

Nenhum comentário: